terça-feira, 16 de setembro de 2008

Samba desmusicado

Não sei de mais amor
Amor demais, não sei
Se bem me quer
Se tanto faz
Pois tanto foi
Pois se o que é
Se já não foi
Me chama aqui, me diz um oi

Cuíca na sala da dinda sumiu
Ai, ai, meu samba ninguém viu

Batuque na casa do bamba morreu
Lugar-comum é santo meu

Lugar-comum é santo meu

Um comentário:

Victor disse...

Olá! Gostaria de saber se esse samba que compuseste tem arranjos de violão ou ritmo?
Peço desculpa se invado forma meio súbita seu blog, mas é que a letra é muito boa e, (peço desculpa novamente) tomei a não permitida liberdade de colocar uns acordes nesse texto. Tenho um blog com um amigo (o qual chama-se tecoterecoteco.zip.net - os meus textos são assinados como Gnomo), se quiser visitar, conhecerá melhor nossas idéias.

Se quiser trocar umas idéias, visite-nos ou mande-me um email: vcallil@hotmail.com

Abraços

(e novamente, me perdoe pela intromissão)