quarta-feira, 31 de março de 2010

Do verbo amar

Sentiu uma dor forte no peito. O coração palpitou, assobiou, ele pensou que ia morrer ali mesmo. Respirou fundo, o ar não veio, se apoiou sobre a mesa vazia.

Era só tristeza – e o irremediável sufixo da condição de amar. Lamentou, pois, estar enganado sobre o mal súbito. Sofria de algo muito pior. Sofria de amargura.

2 comentários:

Mr. Lemos disse...

Bravo!! Tive recentemente essa sensação de quase morte. Infelizmente não teve nada a ver com amor ou amargura, mas com um fish cake...

Anônimo disse...

Кстати, не зря blogonews считается местом для сбора всего самого увлекательного. [URL=http://blogonews.net]Интересности со всего интернета[/URL] - несомненно верное название сайта.