sábado, 18 de fevereiro de 2012

só de solidão


Que poeta, que nada.

Escrevo apenas porque estou só e porque me inspira a solidão de todos os dias.

Queria nunca mais escrever coisa alguma.


4 comentários:

Mirelle Siqueira disse...

ai, vc tirou isso de dentro de mim.

tamo junto.

Mr. Lemos disse...

boa, malandro. quem se beneficia da escrita bonita é apenas quem lê. quem escreve, geralmente, sofre... :(

Anônimo disse...

Lindo!

Caroline F.

naluz oliveira disse...

se voce pudesse escolher...quem sabe.