sexta-feira, 16 de março de 2012

o homem que não sonhava

Por sempre andar com os pés no chão, fatigou-se muito antes do fim do caminho. 

3 comentários:

João Paulo disse...

Sempre sonho, é preciso, afasta a realidade.

Mr. Lemos disse...

Cada vez falando mais com menos palavras! Meu ídolo!
Abração!

Mirelle Siqueira disse...

Cada vez falando mais com menos palavras!²

me lembrou que preciso sonhar mais.